Image
Conferência
5 de Novembro de 2015

16:30
A expansão dos círculos amorosos
Image

com

Ricardo Cayolla
Rivoli - Grande Auditório MO

Aaron Ahuvia é um dos mais reputados especialistas na pesquisa sobre o amor e a felicidade e, em particular, sobre a chamada brand love: enquanto professor de Marketing da Universidade do Michigan-Dearborn College of Bussiness, a sua pesquisa centra-se no modo como o consumo e o materialismo influenciam o nosso bem-estar.

Na sua conferência Aaron Ahuvia, moderada por Ricardo Cayolla, professor de Marketing na UA, abordará a dimensão psicológica do amor não-interpessoal (ou seja, o amor pelos objetos, tarefas, natureza, lugares, ou qualquer outro amor sentido por algo que não seja uma pessoa) e a sua relação com a felicidade.

Antes de nos apresentar as suas mais recentes descobertas sobre a relação entre felicidade e materialismo, Aaron Ahuvia surpreender-nos-á com uma teoria – arrojada – que tenta demonstrar como, ao longo do tempo e a par da evolução do cérebro, se foi desenvolvendo o sentimento amoroso.

Esta ideia, que procurar traçar 400 milhões de anos, demonstra como a noção daquilo que pode ser amado se foi expandindo.

1. Amor próprio.

2. O amor pelo companheiro e pelos filhos.

3. O amor pela tribo.

4. O amor universal (não-interpessoal).