Image
6 de novembro de 2017

19:00
Uma história de 'gender & sexual politics': da performance ao hip-hop
Image
Palácio do Bolhão

As ferramentas de comunicação digital abriram novos mundos de possibilidade para a criação e reinvenção artísticas. Serão estas suficientemente eficazes também para a afirmação individual nos domínios da sexualidade e, de forma mais ampla, de identidade? Terão elas um impacto efetivo nas estruturas normativas sociais de hoje?

Escritora, ativista e performer, Mykki Blanco (nascida Michael David Quattlebaum Jr. em 1986 nos EUA) tem vindo a desafiar as noções binárias de género e identidade através do seu trabalho artístico. Nesta conversa, moderada pelo artista e curador Stanley Schtinter, Mykki Blanco falará sobre o seu percurso, como se assumiu transgénero/genderqueer na sua vida privada e no campo artístico, criando música e poesia punk conceptual, que viriam a ser as bases da sua prática como performer. Mykki Blanco, que começou por ser apenas uma identidade digital na internet e no vídeo, explicará como as ferramentas digitais foram determinantes para o seu sucesso, e falará sobre a discriminação que experienciou como artista abertamente transgénero e seropositivo, abordando igualmente questões raciais e de transfobia.